Quinta, 11 Outubro 2018 17:10

Queiroz Galvão evolui na proposta para ACT 2018/2019 Destaque

Mais uma rodada de negociação entre Sindeletro e Queiroz Galvão aconteceu no dia 9 de outubro. Nesta segunda contraproposta para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2018/2019, a empresa não propôs reajuste salarial, já que a data-base foi 1º de fevereiro, mas evoluiu em alguns pontos, como vale alimentação e assistência médica. Na próxima semana, o Sindeletro manterá contato com os trabalhadores e trabalhadoras nos locais de trabalho ou via teleconferência para debater a proposta.

Sobre o auxílio alimentação, a empresa propõe 22 vales de R$ 35,00 totalizando R$ 770,00 no cartão a partir de 01/10/2018, com desconto de 1% de participação do empregado. A primeira proposta da empresa era o valor de R$ 30,45 por vale. Já para a assistência médica, a empresa aceitou incluir plano odontológico a partir de 01/01/2019, mantendo o atual plano para todos os empregados e um dependente.

A empresa ainda se comprometeu a realizar estudos para uniformizar os planos médico-hospitalares hoje praticados, prevalecendo o que oferecer melhores condições aos empregados, inclusive quanto à extensão a todos os dependentes dos trabalhadores. Esses estudos subsidiarão as negociações coletivas sobre o assunto na próxima data base.

Nos demais itens, a empresa manteve a última proposta apresentada. Confira boletim anterior, do dia 3 de outubro: http://www.sindeletro.org.br/index.php/noticias/item/957-queiroz-galvao-apresenta-contraproposta-para-act-2018-2019

Tabela Salarial proposta pela Queiroz Galvão


Compartilhe

Voltar

Vídeo