Terça, 17 Abril 2018 10:53

No Ceará, eletricitários e movimentos populares se somam à luta contra a privatização da Eletrobras Destaque

Nesta segunda-feira (16), Dia Nacional de Lutas Contra a Privatização do Sistema Eletrobras, o Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) e movimentos populares do campo e da cidade realizam ato na subestação da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF), em Fortaleza (CE). O ato reivindica a defesa de uma Eletrobras pública e a soberania nacional do setor elétrico. Nessa data os/as trabalhadores/as de todas as empresas paralisaram suas atividades contra o processo de privatizações.

De acordo com Cesário Macedo, presidente do Sindeletro, o ato no Ceará tem como objetivo intensificar a luta contra a agenda de privatizações do setor elétrico. “Os governantes querem entregar esse patrimônio que é do povo brasileiro. Não podemos admitir que nossas empresas sejam entregues aos estrangeiros, a parte mais atingida será a população carente que pagará mais caro pela energia”.

Para Nara de Moura, militante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), “estamos vivendo um momento de golpe de estado de exceção na nossa democracia, esse é um fato que requer de nós fôlego e disposição para a luta. Defender o sistema Eletrobras é dizer não ao golpe. O golpe também se dá quando os imperialistas se juntam com a burguesia para entregar as nossas riquezas, nesse sentido reafirmamos a nossa aliança na luta em defesa da soberania nacional”.

A atividade que ocorreu na porta da Chesf em Fortaleza contou com a participação de um coletivo de jovens militantes de organizações populares que compõem a Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, que estão acampados/as há seis dias na Praça Murilo Borges, no centro de Fortaleza e permanecem em vigília para defender a democracia e denunciar a prisão arbitrária do ex-presidente Lula.

Também participou do ato o deputado federal Leônidas Cristino (PDT), membro titular da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o Projeto de Lei 9463/18 proposto pelo governo golpista que regulamenta a desestatização do setor de energia no Brasil. O deputado Odorico Monteiro (PSB), vice-presidente da Comissão Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, enviou um representante de seu gabinete para apoiar a paralisação. (Com informações do site MAB Nacional. Site: www.mabnacional.org.br)

Veja fotos do ato contra a privatização da Eletrobras/Chesf:

CRÉDITO DAS FOTOS: ALINE OLIVEIRA

 










Compartilhe

Voltar

Vídeo