Sábado, 03 Março 2018 13:07

Sindeletro convoca chesfianos(as) para reunião segunda-feira (05/03) para articular presença em massa em debate sobre a privatização da Eletrobras/Chesf na FIEC Destaque

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) convoca os(as) trabalhadores(as) da Chesf no Ceará para reunião nesta segunda-feira (05/03), às 8 horas, na sede da empresa em Fortaleza. Uma das pautas é a mobilização dos(as) chesfianos(as) para comparecerem em massa ao debate que ocorrerá no mesmo dia, às 18 horas, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), sobre a privatização da Eletrobras/Chesf.

No evento estarão presentes o relator do projeto de lei que trata da privatização, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), e o deputado Danilo Forte (DEM-CE), favorável à iniciativa. Os parlamentares também propõem a aprovação de um projeto que prevê a destinação de parte do dinheiro arrecadado com a venda da Eletrobras para financiar ações de revitalização da bacia do Rio São Francisco.

O Sindeletro reforça que é muito importante que os(as) chesfianos(as) compareçam ao debate na FIEC para denunciar a farsa montada pelo governo e seus aliados para tentar enganar a população e convencê-la de que a privatização da Eletrobras/Chesf trará algum benefício para o Brasil. Na verdade, a privatização da Eletrobras/Chesf é um golpe contra a soberania nacional e coloca em risco o Rio São Francisco porque a gestão de suas águas, hoje sob a responsabilidade da Chesf, passará a ser da iniciativa privada, muito provavelmente de uma empresa estrangeira.

Seguindo a lógica do capital que é dar lucro, o São Francisco não será tratado como prioridade pela iniciativa privada, tampouco continuarão os investimentos em projetos sociais para beneficiar a população ribeirinha e nem será feito controle do uso múltiplo das águas. Atualmente, o rio tem importância estratégica para o desenvolvimento estrutural da região Nordeste. Suas águas servem tanto para a geração de energia, quanto para o consumo humano, para a pesca, para o transporte e para a irrigação.

Durante a reunião na Chesf, também serão discutidos os rumos do novo ACT Nacional e Específico 2018/2020 dos trabalhadores da Chesf e os novos passos da mobilização nacional e local contra a privatização do sistema Eletrobras/Chesf.

 

Chesfianos e chesfianas, vamos comparecer ao debate da FIEC segunda-feira (05/03), às 18 horas, para denunciar os prejuízos que a privatização da Eletrobras/Chesf trará para o Brasil. É um golpe contra a soberania nacional e representará a entrega do Rio São Francisco para empresas estrangeiras! Não podemos permitir esse novo golpe contra o Brasil!

 

Compartilhe

Voltar

Vídeo