Segunda, 19 Fevereiro 2018 17:20

Sindeletro participa de grande ato no centro de Fortaleza contra a Reforma da Previdência Destaque

Eletricitários e eletricitárias cearenses participaram, na manhã desta segunda-feira (19/02), do grande ato contra a Reforma da Previdência no centro de Fortaleza. Mesmo com a manhã chuvosa, uma multidão se concentrou na Praça Clóvis Beviláqua (mais conhecida como Praça da Bandeira) para percorrer as ruas do bairro e protestar contra as mudanças das regras da previdência brasileira propostas pelo governo golpista de Michel Temer.

As manifestações, que têm como palavra de ordem “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, foram realizadas por todo o país no Dia Nacional de Lutas e Paralisações contra a Reforma da Previdência. A data foi escolhida inicialmente por ter sido anunciada como o dia de votação na Câmara dos Deputados do projeto de Reforma da Previdência. Mas o decreto presidencial de intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, assinado na última sexta-feira (16/02), adiou a tramitação da proposta de reforma. Não é possível se aprovar emendas constitucionais, como a da Previdência, durante intervenção federal.

O presidente do Sindeletro, Cesário Macêdo, ressalta que mesmo com o adiamento da votação da Reforma da Previdência, os(as) trabalhadores(as) brasileiros(as) não podem baixar a guarda. “Porque na hora que o governo tiver os votos necessários para aprovar essa reforma, ele coloca em pauta. Temos que continuar mobilizados para impedir esse desmando”, defende.

Segundo o dirigente, esse é o momento de a população intensificar a pressão sobre os deputados federais para que eles rejeitem a reforma, caso ela entre na pauta de votação. “Cada brasileiro deve lembrar em quem votou na eleição passada e enviar emails e mensagens a ele exigindo que eles não aprovem esse projeto”, orienta.

Como pressionar

O site Na Pressão pode auxiliar os brasileiros na pressão sobre os deputados federais contra a Reforma da Previdência. O site possibilita enviar, de uma só vez, e-mail para todos os parlamentares indecisos ou a favor do projeto pelo link "Ativar Ultra Pressão". Ao clicar na foto individual do parlamentar, é possível acessar informações completas, como partido, Estado e até mesmo contato para envio de mensagens por meio do whatsapp.

Para ajudar na batalha nas redes sociais e nas ruas contra a Reforma da Previdência, a CUT disponibilizou ainda memes com foto e informações de cada parlamentar, que poderão ser impressas e usadas nos atos, como nos aeroportos, e utilizados nas redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram e Whatsapp. São 366 memes – 195 de deputados que estão indecisos e 171 dos que estão com Temer pelo fim da aposentadoria. Ao acessar o link, duas pastas estarão disponíveis, com a lista dos deputados favoráveis à reforma e dos indecisos, separados por estado. Acesse a pasta agora e ajude a aumentar a pressão.

Veja imagens do Dia Nacional de Lutas e Paralisações contra a Reforma da Previdência em Fortaleza










Compartilhe

Voltar

Vídeo