Quinta, 05 Outubro 2017 11:40

Grande Ato Cultural “Todos pelo Velho Chico” será realizado nesta sexta (06/10) em Juazeiro (BA) e em Petrolina (PE) Destaque

“O sertanejo é, antes de tudo, um forte”. A frase do escritor e jornalista Euclides da Cunha, na obra célebre “Os Sertões” (1902), que exaltava a bravura dos canudenses que lutavam contra a fome e a desigualdade, pode muito bem servir à forma como o povo nordestino está na atualidade se insurgindo contra a tentativa do governo golpista de Michel Temer de privatizar a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). Com força e determinação, é cada vez maior a mobilização na região Nordeste em defesa da Companhia e do Rio São Francisco.

O entendimento geral é que a venda da empresa significa a privatização do Velho Chico, cujas águas servem para a geração de energia, mas também para o consumo humano, para a pesca, para o transporte e para a irrigação.  Atualmente fragilizado, o Velho Chico não será tratado como prioridade pela iniciativa privada, tampouco continuarão os investimentos em projetos sociais para beneficiar a população ribeirinha e nem será feito controle do uso múltiplo das águas.

Diante da grave ameaça, o movimento em defesa do Rio São Francisco vai realizar, nesta sexta-feira (06/10), um Grande Ato Cultural “Todos pelo Velho Chico” nas cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). Na programação, serão realizadas diversas atividades e prestação de serviços públicos durante todo o dia. A mobilização será finalizada com show de artistas regionais e várias outras manifestações culturais em Juazeiro, a partir das 16h, no vaporzinho.

A atividade é organizada pela Frente Regional dos Urbanitários do Nordeste (Frune), e pelos sindicatos de eletricitários da Bahia e de Pernambuco e conta com o apoio do movimento popular, da Frente Parlamentar em defesa do Rio São Francisco (Nacional e Regional), igrejas, e entidades dos setores agrícola, pecuário, turístico e comercial. O presidente do Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Cesário Macedo) e o diretor da entidade e secretário geral da Frune, Flávio Uchoa, estarão presentes na mobilização.

Compartilhe

Voltar

Vídeo