Terça, 14 Junho 2016 11:52

Negociação do ACT 2016 com a Maracanaú Geradora ocorre no próximo dia 22 de junho

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) está com reunião marcada para o próximo dia 22 de junho (quarta-feira) com a Maracanaú Geradora de Energia, no intuito de negociar as pautas do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016. Além do reajuste, os trabalhadores exigem o pagamento justo do ticket alimentação, do plano de previdência privada, da participação nos lucros e resultados, assim como outras pautas importantes para a categoria.

Dentre as reivindicações, está a adoção de um piso salarial mínimo da categoria no valor de R$ 2.400, a ser implementado a partir de 1° de janeiro de 2016, piso salarial de nível médio no valor de R$ 3.520,00 (três mil quinhentos e vinte reais) e de R$ 5.280,00 para o nível superior, além da garantia de pagamento do piso dos engenheiros.

O reajuste reivindicado pelo Sindeletro é de 11,28%, correspondente à inflação medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) em 2015, mais ganho real de 4%, com o auxílio alimentação reajustado no valor de R$ 924,00. Em relação ao adicional de turno, a proposta é que seja pago o valor de 20% do salário base, com trabalho em regime de escala.

A Participação nos Lucros e/ou Resultados exigido é correspondente ao valor de duas folhas salariais, a se paga até abril de 2017, sendo uma folha distribuída igualmente entre os empregados e outra proporcional ao salário. Já a contribuição para o plano de previdência privada deverá variar entre os percentuais mínimos de 2,0%, 3,5% ou 5,0%, sendo aplicado conforme a faixa salarial.

A pauta de reivindicações também inclui, dentre outros pontos, adicional de hora-extra; adicional de periculosidade; adicional de sobreaviso; auxílio saúde; auxílio creche; seguro de vida; auxílio transporte; auxílio doença/invalidez; política para dependentes; férias e licenças; remuneração de férias; licença maternidade, etc.

Esperamos que a empresa evolua as negociações, possibilitando aos trabalhadores que seus direitos sejam cumpridos de forma justa e coerente!

Compartilhe

Voltar

Vídeo