Sexta, 18 Dezembro 2015 18:17

Coelce demite quatro trabalhadores sem justa causa às vésperas do natal

Na última sexta-feira (18/12), data de confraternização de natal da empresa, a Coelce demitiu três trabalhadoras e um trabalhador sem justa causa. Todos possuíam entre 28 e 33 anos de empresa. Os empregados faziam parte do setor de Serviço de Pagamento e Recebimento, do departamento de Administração, Finanças e Contabilidade (AFC) da Companhia.

Durante a ginástica laboral, eles foram pegos de surpresa por um dos chefes, que os convocou, na frente dos demais colegas, para uma reunião. Os empregados nem terminaram a ginástica e foram receber a péssima notícia dias antes do natal. Na sala de reunião, três superiores dos empregados estavam presentes. De maneira objetiva, eles apresentaram a carta de demissão dos quatro e afirmaram que decidiram desligá-los da Coelce. Os trabalhadores, que não esperavam a notícia, se recusaram a assinar a carta naquele momento e buscaram assessoria do Sindeletro.

Como a demissão foi sem justa causa, a empresa não apresentou nenhuma motivação. Entretanto, um dos funcionários demitidos disse ao Sindeletro que, dias antes, ele havia recebido feedback do chefe do setor sobre seu desempenho, comparando-o com outros funcionários mais novos na empresa. Na ocasião, o chefe teria dito ao funcionário que queria formar uma equipe competitiva.

Neste primeiro momento, o Sindeletro enviou um ofício à direção da Coelce pedindo para a empresa reconsiderar, já que se trata de trabalhadores que dedicaram boa parte de suas vidas à Companhia, desempenhando com compromisso suas atividades. Esperamos que a empresa tenha sensibilidade de atender a solicitação do Sindeletro e rever sua posição.

Compartilhe

Voltar

Vídeo