Segunda, 01 Junho 2015 13:54

Trabalhadores da Chesf iniciam hoje greve por tempo indeterminado

Reivindicando o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 2014, os trabalhadores da Chesf no Ceará iniciaram, nesta segunda-feira (01.06), greve por tempo indeterminado. A mobilização é nacional e unifica os trabalhadores de todas as empresas do grupo Eletrobras.

A greve é a saída encontrada pela categoria e pelo Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) diante da proposta da Eletrobras apresentada na última semana. A Holding propôs o montante R$ 279 milhões, que seriam divididos entre as empresas do grupo em pagamentos com média de 1,25 folha salarial. Na Chesf, o pagamento seria de 1,16 folha. O posicionamento do CNE é de que a forma de pagamento proposta não é justa e divide a categoria.

Em assembleias em Fortaleza e Milagres, os trabalhadores da Chesf rejeitaram a proposta da empresa e aprovaram o pagamento de duas folhas para todas as empresas do setor. No caso da Chesf, a categoria aprovou que essas duas folhas sejam divididas com um percentual de 70% linear (igual para todos os trabalhadores) e 30% proporcional (ao salário).

Apesar da greve, o Coletivo Nacional dos Eletricitários se mantém aberto para o diálogo. E, nesta terça-feira (02.06), às 14h, o CNE estará em Brasília para mais uma rodada de negociação com a direção da Eletrobras, em busca de uma solução para o impasse. Caso a nova proposta frustre as expectativas da categoria que desde o início das negociações, em setembro do ano passado, pede duas folhas de pagamento da PLR, a greve será mantida.

Vamos nos manter fortes e unidos. A greve é nosso instrumento de luta para pressionar a Eletrobras e o governo federal. No último ano, enfrentamos um período difícil no setor elétrico e sentimos a redução de pessoal nas empresas da Eletrobras. Apesar disso, conseguimos fazer frente à crise, reduzimos prejuízos e, em algumas empresas, alcançamos lucros. Nosso esforço precisa ser reconhecido por meio do pagamento justo da nossa PLR.  Estaremos juntos pela PLR de todos.

Compartilhe

Voltar

Vídeo