Quarta, 12 Junho 2019 12:20

Sindeletro repudia demissões arbitrárias dos trabalhadores da Coelce Destaque

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) repudia as demissões arbitrárias dos trabalhadores da Coelce, da capital e do interior, realizados desde a segunda-feira, 10. A decisão afetou trabalhadores que dedicaram a vida toda pela empresa, contribuindo para a lucratividade da Coelce por anos.

A direção do Sindicato destaca a necessidade da empresa assegurar a empregabilidade dos funcionários nesse difícil momento em que o país passa. Com um lucro total de R$ 364,5 milhões durante todo o ano passado, as demissões não se justificam por questões financeiras, gerando um clima de insegurança, tensão e apreensão no ambiente laboral.

O Sindeletro questionou, na tarde da terça-feira, 11, à diretoria de Recursos Humanos da Coelce acerca das demissões, ponderando que os funcionários dedicaram a vida toda à empresa, não recebendo o reconhecimento necessário. Essa tensão, inclusive, pode acarretar em outros tipos de problemas aos trabalhadores da ativa, gerando acidentes de trabalho e prejudicando a saúde mental.

O Sindicato se solidariza com os trabalhadores e destaca que continuaremos na luta, acolhendo com todo o apoio necessário e analisando cada situação para verificar as medidas cabíveis.

Compartilhe

Voltar

Vídeo