Quarta, 05 Junho 2019 16:22

Sindeletro cobra encaminhamentos de liberação do FGTS dos trabalhadores da Energimp Destaque

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) acompanha os encaminhamentos de liberação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) dos trabalhadores da Energimp. O Sindicato entrou com ação na Justiça do Trabalho de Fortaleza em 2014, cobrando todos os direitos trabalhistas dos funcionários referentes a verbas salariais, ticket alimentação e FGTS.

Ano passado finalmente o acordo foi fechado, com o pagamento dos valores da ação aos trabalhadores da ativa, ficando pendente apenas o depósito do FGTS. Desde então, o Sindeletro cobra sistematicamente a Justiça. Mais uma vez, no dia 8 de maio deste ano, foi realizado visitou à vara para cobranças sobre o processo; com nova visita dia 17 de maio. Com a demora, o Sindicato reuniu um grupo de trabalhadores que foram à vara da Justiça no dia 29 de maio no intuito de conversar com o juiz. Na ocasião, foi informado que o documento estava pronto para assinatura do juiz da vara.

A assinatura, porém, só foi realizada na última terça-feira, dia 4 de junho. Nesta quarta-feira, 5, as partes envolvidas tomaram ciência da decisão. O fim do prazo para que as partes se pronunciem é o dia 12 de junho. Após isso, se não houver divergências tanto do Sindicato quanto da empresa, será emitido ofício da Justiça à Caixa Econômica Federal, junto com a relação dos trabalhadores e os valores referentes para serem depositados nas contas individuais. Não há, porém, prazo determinado para emissão do ofício, mas o Sindicato continuará cobrando a Justiça.

Depois do recebimento do ofício, A Caixa terá cinco dias úteis para realizar os depósitos. Após isso, o banco terá mais cinco dias para informar à Justiça. Só após essa comunicação será emitido alvará à Caixa autorizando a liberação do FGTS.

A diretoria do Sindeletro destaca que acompanha o processo atentamente, realizando as cobranças às instituições competentes.

Compartilhe

Voltar

Vídeo