Segunda, 13 Maio 2019 15:28

Trabalhadores da Chesf deliberam por 72 horas de greve caso negociações não avancem Destaque

Os trabalhadores da Chesf de Fortaleza e Milagres deliberam, nesta segunda-feira (13), por unanimidade pelo indicativo de 72 horas de greve a partir do dia 3 de junho caso as negociações do próximo dia 22 não avancem com Eletrobras. Também foi aprovada a contraproposta do CNE a ser encaminhada à empresa.

A votação seguiu as recomendações do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), após a última reunião do dia 9 deste mês, em Brasília, em que não houve avanço nas negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019/2020.

A expectativa é que na nova reunião a empresa entenda as ansiedades dos trabalhadores, que possibilitaram à Eletrobras um lucro de R$ 13,2 bilhões em 2018, com R$ 1,250 bilhão em dividendos aos acionistas.

Os trabalhadores estão preocupados com a situação geral do país, com as ameaças do governo de privatização e desmonte das empresas públicas. Porém, continuam unidos na lutam e mantêm a decisão unificada de greve, conforme indicativo do coletivo nacional. Juntos somos mais fortes!

Compartilhe

Voltar

Vídeo