Segunda, 29 Abril 2019 16:22

Trabalhadores da Chesf se unem em resistência contra ações da Eletrobras Destaque

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (SINDELETRO) realizou na manhã desta segunda-feira, 29, assembleia deliberativa com os trabalhadores da Chesf de Fortaleza e Milagres. Na ocasião, chesfianos e chesfianas votaram em unanimidade contra a proposta da Eletrobras do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019/2020.

As trabalhadoras e os trabalhadores que participaram da reunião desta segunda deixaram clara a insatisfação com os rumos que a empresa deu durante as negociações realizadas em Brasília no último dia 24. Como forma de resistência, foi discutida, além do ACT, a conjuntura política atual, com destaque para a Reforma da Previdência.

Em relação ao ACT, os trabalhadores destacaram a insatisfação com o posicionamento da empresa e ressaltaram que esperam uma proposta palatável, compatível com as condições da empresa. Em 2018, houve elevação do valor de mercado e melhora da saúde financeira da Eletrobras com lucro de R$ 13,35 bilhões. No último balanço social, a Eletrobras acumulou 2.945 demissões entre 2017 e 2018, com queda de 12,5% no custo na folha bruta.

Os chesfianos destacaram durante a assembleia a importância de todos os trabalhadores se unirem à causa, deixando de lado as divergências políticas das eleições, já que as ações da negociação irão refletir em todos. “Estamos todos no mesmo barco e temos que remar para o mesmo lado”, destacaram os trabalhadores durante a reunião.

Marcha dos trabalhadores

Como resistência, o SINDELETRO convoca todas e todos para a Marcha dos trabalhadores na próxima quarta-feira, dia 1°, no Espigão da Rui Barbosa, na Avenida Beira Mar, às 15h. A luta é por mais empregos e salários decentes! Unam-se à luta!

Compartilhe

Voltar

Vídeo