Sindeletro defende que Coelce/ Enel adote funcionamento para atendimento emergencial

Sindeletro solicita ao Sindienergia providências contra Covid-19
20 de março de 2020
Nota de repúdio às demissões e aos cortes de energia
24 de março de 2020

O Sindicato dos Eletricitários do Ceará (Sindeletro) solicitou à Coelce/Enel, no cumprimento também de sua função social, nos termos constitucionais, que implante e autorize a todas as empresas prestadoras do setor elétrico no Ceará que implantem plano de contingência com redução de turnos e horários dos empregados e equipes de plantonistas para realizar atendimentos emergenciais.

O Sindeletro enfatizou que o objetivo da solicitação é reduzir a circulação de pessoas, resguardar a saúde dos trabalhadores e da população em geral, sem que haja perda de quaisquer direitos e salários. O Sindicato solicitou ainda que as empresas do setor providenciem para todos os trabalhadores condições adequadas para que trabalhem em segurança, tendo como objetivo restringir ainda mais a proliferação do vírus, que já foi confirmado em pelo menos cinco municípios cearenses (Fortaleza, Aquiraz, Fortim, Juazeiro do Norte e Sobral) até o dia 22 de março.

A situação imposta pela pandemia faz com que os trabalhadores do Brasil e do mundo estejam preocupados com a pandemia de Covid-19. Nesse momento é urgente que sejam adotadas todas as medidas  que contribuam na prevenção da transmissão, como o necessário isolamento de maior número de pessoas possível para preservar a saúde e a vida dos trabalhadores, terceiros e clientes.

Trabalho remoto

A direção do Sindeletro ressalta que  parte das atividades da Coelce/Enel e de suas prestadoras de serviços pode ser realizada remotamente, mas destaca que é fundamental também garantir maior proteção aos trabalhadores nas atividades externas, principalmente porque porque foram recebidos pelo sindicato relatos de atividades desempenhadas sem as medidas de proteção mínimas necessárias.

“Considerando os graves riscos aos trabalhadores e à proliferação do Vírus, como restou evidenciado nas medidas e nas determinações contidas no Decreto do Governo do Estado do Ceará nº 33.519, de 19 de março de 2020, que intensifica as medidas para enfrentamento da infecção humana pelo coronavírus (Covid-19), o Sindeletro vem solicitar da empresa, no cumprimento também de sua função social, nos termos constitucionais, que a ENEL implante e autorize a todas as empresas prestadoras do setor elétrico que implantem plano de contingência com redução de turnos e horários dos empregados e equipes de plantonistas para realizar atendimentos emergenciais”, diz trecho do ofício do Sindeletro.

Funcionamento do Sindicato

O Sindeletro comunica à categoria que, também em obediência ao Decreto do Governo do Estado do Ceará nº 33.519, de 19 de março de 2020, o atendimento presencial na entidade está suspenso até nova avaliação. Dessa forma, quaisquer atividades previamente marcadas terão de ser adiadas para datas que dependerão de novas orientações das autoridades locais. Eventuais demandas da categoria, serão recebidas pelos diretores do Sindicato Cesário Macedo pelo telefone (85) 99708.0097; Joelbia Maia, (85) 997080110, Fernando Avelino, (85) 997080096, Flávio Uchôa (85), 997080202 e Geraldo Sales, (85)997080281.