Sindeletro solicita correção do cálculo de hora extra da empresa Queiroz Galvão

Sindeletro esclarece dúvidas sobre PDC da Chesf
29 de outubro de 2019
FGTS: Sindeletro convoca trabalhadores da Energimp para reunião com juíza
12 de novembro de 2019

Após reunião realizada entre o Sindeletro e os representantes da Queiroz Galvão, na quinta-feira, 31, a empresa se comprometeu em levantar os valores referentes ao cálculo da hora extra. O encontro ocorreu após o Sindicato constatar que os valores estavam incorretos, enviando correspondência à empresa para correção e pagamento retroativo. Uma nova reunião está prevista para a próxima semana, em que será apresentado pela Queiroz Galvão o levantamento dos valores.

O erro no cálculo da hora extra havia sido indicado à empresa já durante as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho do ano passado, quando o Sindeletro indicou que o divisor de 220h de referência para cálculo não se aplicava à situação dos trabalhadores. A mudança do divisor ocorreu em 2017, quando passou de 180h para 220h, acarretando em um valor de hora extra mais baixo.

Para corrigir essa situação, o Sindeletro se mantém atento e busca o diálogo para resolver o problema administrativamente.

PESQUISA

Para possibilitar maior aproximação com trabalhadores e trabalhadoras, o Sindeletro está realizando pesquisa para levantamento de informações. Por isso, enviem os formulários o quanto antes e ajudem a construir um Sindicato mais forte!

Baixar anexos:

01.11.19 – BOLETIM Queiroz Galvão